terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Solidão...

Prefiro as noites de tempestade…
Do que esta calmaria gélida….
-
Nem mesmo o mar fala comigo…
Lá ao longe, escuto as vozes baixas…
De quem se atreve a passear na praia…
De quem se reconcilia com a vida e tem prazer nisso….
-
Sinto-me só…
Brutalmente só…
Desafio a luz do farol….
Que me repudia também……
-
Girando sobre si….
Identificando-se perante os barcos….
Que, lentamente rasgam o mar….
Esse mar, por quem, tonta, me apaixonei….
-
Depressa descobri…
Que, de mim não precisa…
-Apenas decoro a noite….
Em que o amor, a paixão, o desejo…
Em si se fundem……
-
Poema de Marta Vinhais
http:// amartaeeu.blogspot.com /

63 comentários:

wind disse...

Belos poema e foto.
Beijos

JOSÉ NEVES disse...

Uma imagem vestida de grande mistério, excelente as palavras que a complementam.

Um abraço.

Cris Animal disse...

Uauuuuuuuuuuuuuuuu.....que foto!
Vc nunca estrá só. A solidão pode ser sempre uma grande companhia!
Poesia sentida....linda
beijo
............Cris Animnal

A Luz A Sombra disse...

Imagem da mais profunda solidão e um belo poema.
Abraço
A Luz A Sombra

Chinha disse...

Belo o poema e a foto espantosa como só tu sabes...

bjinhos

aa disse...

Olá Fernando!
Um excelente poema, em perfeita sintonia com a imagem escolhida... Parabéns!
Beijos,

AA

Luna disse...

Que fotografía, parece do século pasado, em uma noite de vampiros...de mistérios de bruxas...
O poema é muito bonito, muito sentido.Gostei muito.
Um abraço,

Luna disse...

Que fotografía, parece do século pasado, em uma noite de vampiros...de mistérios de bruxas...
O poema é muito bonito, muito sentido.Gostei muito.
Um abraço,

ricardo emilio bianco disse...

has encontrado las palabras justas para una foto con embrujo.

tossan disse...

É verdade o José tem razão quanto ao mistério, também senti o mesmo. Bela foto e poema! Abraço

Celamar Maione disse...

Fernando,
tudo é melhor do que a indiferença, não ?
Amei a foto !
Ela tem um certo ar de mistério.
Acolhe a alma.
E transborda a imaginação.
Bj

montse disse...

Una perfecta imagen para acompañar esa soledad (si mal no entiendo) de la poesia.
Un abrazo desde Barcelona.

Fatima Condeco disse...

linda imagem a acompanhar um belissimo poema

Tony disse...

Boa foto, para meu gosto tem muita saturação...saudações

anitta disse...

bellisimo

un abrazo

Marta disse...

O que dizer???
Muito obrigada pelo convite de escrever o texto para tão bela foto...
Beijos e abraços
Marta

Marcos Campos disse...

Hey!
Foto muito bonita e acompanhada de um ótimo texto!!!
Parabéns!!!
Abraço!!!

Jorge Monteiro disse...

Olá Amigo Fernando
Mais um belo registo dos seus.
Gostei da imagem pelo misticismo e claro das palavras que a acompanham. Parabéns pelo trabalho e pelo bom gosto.
Abraço

E. disse...

Perfeitamente enquadradas a foto e o poema! Lindo momento.
Beijos

Alda disse...

Fernando
Linda foto e poema.
Bjs

Mª Angeles disse...

Parece un lejano punto de luz de esperanza. Es muy relajante.
Saludos

Paco disse...

perfecta...

saludos

Tatiana disse...

A foto é belíssima.

Você está se sentindo assim?
Só...sozinho?

Eu espero que nesse momento já esteja sendo abraçado, acalentado e sentindo mais o (a)mar!

Um abraço carinhoso

Cata-Vento disse...

A calmaria gélida é mais daninha para a alma do que uma noite de tempestade. Gosto de fotografia a preto e branco.

Beijinhos

Bem-hajas!

Ferreira-Pinto disse...

Colosso de fotografia!

Cláudia Martins disse...

SEm duvida lindissimo acompanhado de um lindo poema

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO FERNANDO, QUE BELA IMAGEM PARA O SUBLIME POEMA DA MINHA QUERIDA MARTA... ABRAÇOS AOS DOIS,
FERNANDINHA

Ana Maria disse...

Poemas e fotos belíssimos!
Beijos e boa noite!

cuentosbrujos disse...

Miniminal l auz pero genial en el ocaso , minima pero enorme
me encantó
saludos brujos compañero

Pedrasnuas disse...

Eu à primeira vista pensei que tu tinha uma vertente de poeta escondida!!!!!!!!!!!
Belo poema de uma pessoa que se sente sozinha... mas aqui a solidão é suavizada pela tua companhia . Excelente!!!!!

Abraço

Alma Minha disse...

Lindo poema... e a fato não podia combinar melhor!

Beijo

Aprendiz disse...

Não conhecia este blogue! Adoro a forma como persegues as cores vivas. Fantástico. Vou adicionar-te ao meu blogue.

Abraço

Carla disse...

que foto grandiosa!!!
acompanhada de um belo poema
beijos

LOURO disse...

Amigo Chana!

excelente foto,vestida de grande mistério,com um belo poema da Marta...Parabéns aos dois!!!

Bom Carnaval,

Abraço

Lourenço

William Alexander López disse...

Simplemente maravillosa !!!

Te ha quedado muy bien y el Blanco y Negro esta de lujo !

Haideé Iglesias disse...

Un bellisimo poema para describir el sentimiento de soledad...
Mas la soledad no existe, uno esta siempre acompañado de su alma...
Bellas imagenes, he disfrutado de su elegancia...
Una belleza esta imagen para acompañar a Marta Vihhais...
Un placer encontrarte en el blog de Francisco Ortiz.
Saludos cordiales, compartiendo en el mundo en armonía...

gaivota disse...

e que foto...............
linda demais!!!
o poema a condizer, perfeito!
beijinhos

Multiolhares disse...

a noite faz-nos sentor mais essa solidão
beijos

Andreia do Flautim disse...

Bonita foto!
Bom fim-de-semana!

Eu sei que vou te amar disse...

Maravilhosa imagem e poema!
Beijo doce

FERNANDA-ASTROFLAX disse...

QUERIDO FERNANDO, VOTOS DE UM BOM FIM DE SEMANA E UM BOM CARNAVAL... UM GRANDE ABRAÇO DESTA TUA AMIGA DO CORAÇÃO,
FERNANDINHA

neide disse...

Oiii Fernando
Lindo poema e que bela foto, hem?
Passando para lhe desejar um feliz final de semana e que tenhas um carnaval maravilhoso e se não brincar, um ótimo descanso.

Bjss.

Lmatta disse...

gostei da foto e do poema
beijos

Araceli disse...

Que momento tan precioso y que tratamiento tan oportuno.

Marta disse...

Gostei cm ja tem sido habito da foto...
O poema tb foi mt bem escolhido...
beijo

mingo disse...

Una gran poema para una fotografia impresionante. Saludos!

Graciela disse...

Fernando oi!!!, no lugar que vivo não há mar, senão rios...me encantou conhecê-lo (ao mar) em Brasil, bater um papo com os pescadores. Indubitavelmente somos diferentes, produz uma sensação de tranqüilidade, podes estar só olhando como rompem as ondas...bonito poema...beijinhos e graças por estar sempre!!! chauuuuuuuuu

mangapinto disse...

Passei para uma pequena visita, lindo o seu blog. Espero voltar por aqui.

abraços - Mangarosa

Hugo disse...

Ola

encore une très belle photo,

bravo !!

Helena Paixão disse...

Foto e poema ilustram/traduzem de uma forma magnifica esse sentimento que dá título ao post.

Parabéns pela excelente parceria!

Bjinhos e tem uma excelente semana.

Cöllyßry disse...

Na solidão se revela o mais puro dos sentimentos...

Que delicia, belo poeta

Beijinhos


ölhår_Îñðîscrëtö...Å ¢µ®¡ö§¡dädë

missixty disse...

Belíssimo poema e imagem!
Vem ver a minha fotoreportagem nos bastidores do Fantasporto!
beijinhos

Palavras de Osho disse...

Viva sua tristeza com total autenticidade. E você ficará surpreso ao ver que uma porta miraculosa se abre em seu ser. Se você puder viver sua tristeza sem nenhuma imagem de ser feliz, você fica feliz imediatamente, porque a divisão desaparece. Não há mais nenhuma divisão.

“Sou a tristeza”. E não há nenhuma questão de algum ideal de ser algo mais. Assim não há nenhum esforço, nenhum conflito. “Sou simplesmente assim” e há um relaxamento. E esse relaxamento é graça, e esse relaxamento é alegria.

Todo sofrimento psicológico só existe porque você está dividido. Dor significa divisão e alegria significa nenhuma divisão. Isso pode parecer paradoxal a você: se a pessoa estiver triste, como é que ela pode ficar alegre aceitando sua tristeza? Irá parecer paradoxal, mas é assim. Experimente!

Não estou dizendo para tentar ser feliz; não estou dizendo isso, “Aceite sua tristeza para que você possa ser feliz”. – Não estou dizendo isso. Se essa for sua motivação então nada irá acontecer; você ainda estará lutando. Você estará olhando pelo canto de seu olho: “Tanto tempo já passou e eu aceitei até mesmo a tristeza, e estou dizendo ‘Sou a tristeza”, e ainda assim a alegria não está vindo”. Ela não virá desse jeito.

Alegria não é uma meta, é um subproduto. Ela é uma conseqüência natural da integridade, da unidade. Apenas seja um com essa tristeza, por nenhum motivo, por nenhum propósito particular. Não há nenhuma questão de qualquer propósito. É assim que você é nesse momento, essa é sua verdade nesse momento. E no próximo momento você pode ficar zangado: aceite isso também. E no próximo momento você pode ser algo mais: aceite isso também.

Viva de momento a momento, com tremenda aceitação, sem criar nenhuma divisão, e você está a caminho do autoconhecimento.

Osho, em Unio Mystica

Pedaços de Mim disse...

Fotos muito boas mesmo!! Pena que não tenhas activado a aplicação para ir seguindo o teu blog.

Beijo

Claudia Perotti disse...

" Prefiro as noites de tempestade…
Do que esta calmaria gélida…"

Eu também prefiro, mas nada como uma gigantesca lua para inspirar o coração e as letras.

Beijinhossssssssss

Líria disse...

Querido Fernando
Ultimamente, tem sido só a Mariazita a postar. Os estudos absorvem-me muito tempo, e como estão em primeiro lugar, A Mariazita tem me feito o favor de manter o blog activo. Não sei se ela vai querer fazer isso muito tempo. Vamos ver, senão terá que fechar.
Como ela tem estado ausente, resolvi eu postar um poema da minha poeta preferida - Florbela Espanca.
Espero que vás ver e que gostes.

Tens aqui um lindo poema enriquecido com uma belíssima fotografia.

Beijos da Líria

nieves disse...

He puesto el traductor para poder leerte, y me alegro de haber entendido tan hermoso poema. La fotografía que lo acompaña, es intensa y profunda, igual que el texto.

Un abrazo.

rakelam disse...

IM-PRESIONANTE. Me encanta. La luna te imnotiza y.... jeje

Besosss

Ju disse...

ma-ra-vi-lho-so post.
beijo!

Carla Silva e Cunha disse...

Adorei
Bom domingo
Beijinhos
Carla

Parapeito disse...

Gostei...desta solidão..

Abraço*

~ Marina ~ disse...

* Também me sinto só, brutalmente só! Incompatível com o resto da humanidade, com o amor que tanto desejei, e pelo qual, tanto me machuquei!

Chely disse...

Hola guapo, pase a saludarte.
Te dejo besitos andaluces..
muakkkkkkkkkk