sexta-feira, 25 de abril de 2008

25 De Abril...34 Anos De Liberdade...

Largo Salgueiro Maia / Alpiarça


"ABRIL DE SIM ABRIL DE NÃO"

eu vivi Abril por fora e Abril por dentro
vivi o Abril em festa e Abril lamento
Abril como quem ri como quem chora.

Eu vi chorar Abril e partir partir
vi o Abril de sim e Abril de não
Abril que já não é Abril por vir
e como tudo o mais contradição.

Vi o Abril que ganha e Abril que perde
Abril que foi Abril e o que não foi
eu vi Abril de ser e não ser.

Abril vestido (Abril tão verde)
Abril de Abril despido (Abril que dói)
Abril já feito. E ainda por fazer .

(Manuel Alegre)

36 comentários:

Carminda Pinho disse...

"...Abril já feito e ainda tanto por fazer."
É amigo, falta fazer muito mas para isso temos que nos unir todos e trabalharmos para isso.
Afinal, o voto é a nossa arma.

Beijos

montse disse...

Qué nunca nos falte esta Libertat!!
La magia de internet nos permite intercambiar información sobre fechas memorables de nuestros países... Me gusta!!
Un abrazo desde Barcelona.

***Fotografia e Luz*** disse...

Olhe Chana, deve ser o nome pelo qual gosta de ser chamado, tenho muito prazer de o receber no meu blog, não é preciso pedir para entrar, e sempre bem recebido como eu espero selo no seu, acho o seu blog muito bonito e interessante ainda por cima relembrar uma data tão bonita como essa do 25 de Abril mas que para muitos ainda não sabem o que representa um bom feriado para si e obrigado pela visita

p y b disse...

O cravo vermelho rompeu as grades no 25 de Abril! Há que continuar a cumprir Abril, o dia mais importante da nossa história. É de notar tb que nesta nossa revolução nenhum sangue foi derramado!...
Bela foto e belo poema!
Beijinhos e bom fim-de-semana!
Beta

Sara disse...

Oye chana que bonito...eso existe así tal cual como lo muestras tú? me ha llamado mucha la atención , tu texto de abril precioso,

un abrazote grandote

wind disse...

25 de Abril sempre! Belo poema escolhiso tal como a foto:)
bjs

Sophiamar disse...

Venho deixar-te um rubro cravo de Abril com aroma de Liberdade.

Mil beijinhossss

Suave Toque disse...

"O que é ser um poeta?
Bem, considerando que a alma é sua companheira
Fiel, e bem amiga,
E ter a mente longe de intrigas,
Sempre dentro dela a verdejar
Para poder assim, se expressar,
Traduzo então, dentro do meu interior
Carregado sempre de amor,
Que ser poeta é sempre versejar.
Tanto faz ser um poeta ou poetisa,
Basta apenas vestir a camisa
E botar a mente a funcionar
Fazendo poemas sobre qualquer tema
Partindo, assim, desse lema
Para aos outros homenagear."

Um feliz final de semana.

Beijo de carinho

Elcia Belluci

Alice Matos disse...

Chana...

Este dia nunca será celebrado demais... cantado demais... exaltado demais...

Um beijo para ti...

mingo disse...

Una gran captura, muy hermosa, felicidades por esos 34 años de Libertad, el poema escogido es maravilloso.Saludos Chana!

STEVE disse...

FANTASTIC CLAVELL
MOLT BONS COLORS
MOLT XULA
ABRACITOS

Lívia Lisandro disse...

lindo poema, lindas fotos!
beijos!

Viento disse...

Qué lindo clavel gigante en primera plana! Hermosa foto, Fernando!

Arco-íris disse...

Que saudades que tinha de te visitar amigo...mais uma vez as tuas fotos são lindas...
beijinhos do NORTE :)

mera disse...

Bom feriado. 25 de Abril abreu muitos olhos espanhois. Eu cheguei Lisboa o 28. Era unha festa. Un mundo cambiado em 15 días. Perdâo pelo meu Portuñol.

Multiolhares disse...

Abril ainda tem tanto para crescer
Bj

Menina do Rio disse...

Um feliz Abril pra ti Fernando!

Beijos

Maria disse...

Eu não vivi o Abril como este grande poeta Manuel Alegre. Estava em terras longinquas... menina e moça! Mas vivo-o passados estes anos.

Uma imagem de grande exaltação ao dia em que descrevemos como sende o da liberdade!

Um beijo bem grande!

george disse...

He llegado a tu blog saltando deuno a otro y aquí me he detenido un buen rato, me gustan tus fotos tienes de muy buenas, felicidades.
Saludos.

JOSÉ NEVES disse...

Anos de liberdade num belo olhar sobre este monumento que se veste de simbologia.

25 de Abril SEMPRE.

Um Abraço com Amizade.

anamarta disse...

Este Abril que estamos a viver é o Abril que dói, Salgueiro Maia se vivesse perguntaria certamente se foi para isto que fez o 25 de Abril, mas vamos lutar para mudar as coisas.
tenho um desafio para ti no meu blog, aceitas?
beijos com aromas de Abril

Gata Verde disse...

Viva a liberdade de expressão artistica...

Beijo

Blau disse...

qunata cor!a casa atrás deu um contraste muito bom...
(:

Luluji disse...

Buen homenaje, y preciosa composición con estos colores, me encanta.
Buenas noches, y feliz semana.

Besos.

RUBEN-ENFOKME disse...

Bonita toma, me gusta la saturacion de color, un saludo

Maria P. disse...

Justa homenagem!

Beijinhos*

Baba disse...

Felicidades por la metáfora visual que nos ofreces... Para que recordemos que la libertad, no sea un bién escaso en este mundo !!!
Un gran abrazo.

Patricia disse...

Es un precioso escrito, un bello homenaje, me ha encantado. Además adoro el mes de abril, es el mes de mi nacimiento y el de mi hija, o sea, sólo razones para festejar.

Un fortísimo abrazo a la distancia Fernando.

Marieazul disse...

Me encanto! te aplaudo!! viva la libertad!
Un abrazo.

Liz / Falando de tudo! disse...

Que belas fotos, é sempre um espetaculo vim aqui! é...abril esta terminando, vai deixar saudades...
Obrigada pela visita no meu cantinho!
(tentei umas tres vezes pra conseguir postar, muito dificil ter que copiar essas letrinhas pra poder postar...)

Antona disse...

Bella imagen,gran celebracion.
Buena semana
um abraÇo

nievesdq disse...

Bello poema lleno de sentimiento y significado, y bella foto que describe la Libertad del 25 de Abril. Que sea para siempre¡¡

Un abrazo.

Barbaçana disse...

Mais um belo e simbólico monumento do escultor Alpiarcense Armando Ferreira situado no Largo Salgueiro Maia.
Infelizmente políticamente os alpiarcenses estão divididos e alguns se pudessem até já tinham destruido o monumento,só porque ele foi erigido no tempo em que localmente governava o PCP.
Mas o que muitos se deviam lembrar é que o 25 de Abril é do POVO, este monumento é do POVO, e neste dia deviam por as rivalidades de parte e dedicar ao monumento a homenagem que ele merece em tão simbólica data.

M.TeReSa disse...

Felicidades una bonita poesia.
Un abrazo.

Maria disse...

E eu achei que já tinha comentado este post.... sim, porque eu passei por aqui...

34 anos depois temos tanto ainda por fazer...

beijos

fadazul disse...

LIBERDADE AINDA QUE TARDIA! LINDAS IMAGENS, MAGNÍFICO CONTEUDO, ABRAÇOS